mirtilo

Gelados de Iogurte Grego e Mirtilo

E quem é a blogger mais desnaturada de todos os tempos? Sou eu, é verdade! Estive ausente nos últimos meses, por motivos profissionais sobretudo e por isso peço desculpas. Por aqui andamos nas saladas e nos grelhados, mas não podia dispensar os gelados de pauzinho, que são um must have de qualquer verão. Sei que não devia dizer isto, mas isto é calor a mais para mim…eu sou mais de meios termos, mas lá me vou contentando com as manhãs e os finais de tarde.

3

Para aproveitar ao máximo estes dias de férias, prefiro receitas mas fáceis e rápidas, daquelas que nunca decepcionam e saem sempre bem.
Esta receita é muito simples e permite trocar os mirtilos por outras frutas que prefiram, ou até substituir o iogurte grego por iogurte natural ou uma versão light. Eu prefiro o iogurte grego pois fica um gelado bem cremoso e envolvente, como se quer num gelado caseiro. Independente da versão que escolham esta é uma ótima alternativa aos gelados de hipermercado que têm muito mais açúcar, conservantes, espessantes, edulcorante e sei lá mais o quê.

Feliz verão!

2

SERVE: 6
TEMPO: 20MIN

INGREDIENTES:
175g de Mirtilos
3 c.s. de açúcar branco
4x125g de Iogurte Grego

PREPARAÇÃO:
Num tacho coloque os mirtilos e o açúcar e leve ao lume. Deixe levantar fervura e mexa de vez em quando. Cozinhe por 5 minutos e reserve. Deixe arrefecer completamente.
Numa taça coloque o iogurte e junte 3 colheres de sopa do doce de mirtilo e envolva (mais ou menos dependendo do efeito visual que gostar mais). Encha as formas quase até ao fim, reservando algum espaço para a compota.
Coloque a compota até encher e leve ao congelador durante a noite.

1

Let it snow, let it snow, let it snow!

Com o Natal quase à porta, dou por mim a pensar nas prendas. Só hoje me apercebi que falta quase uma semana, e ainda me faltam comprar algumas coisas (espírito português no seu melhor).
Normalmente não sou muito extravagante nos gastos…acho que o Natal é das e para as crianças e que acima de tudo devem cultivar-se outros valores bem mais importantes e que dão sentido a esse dia: o convívio, a amizade e a paz.

Mas para mim Natal que é Natal tem de ter sempre algumas coisas: a árvore, a lareira, os sonhos, o bacalhau e a chuva! Adooooooro que chova no dia de Ceia! Jamais me imagino a passar o Natal num país tropical. Sonho com o dia em que neve em Aveiro…as árvores, ruas e telhados de manto branco vestidos…dentro das casas a lareira crepitante enquanto as pessoas se reunem à mesa. Uma ilustração perfeita do meu Natal. E vocês? Como é o vosso Natal perfeito?

blog6

Bolo de Limão e Frutos Vermelhos

SERVE: 6
TEMPO PREPARAÇÃO: 45MIN

INGREDIENTES:
5 Ovos
Raspa de 2 Limões
150g Açúcar Branco
200g Manteiga de Vaca
1 colher chá fermento
125g frutos vermelhos (usei congelados)
280g farinha trigo para bolos
Manteiga e farinha de trigo q.b. para preparar a forma

Icing de Limão:
5 c.s. de açúcar em pó
1 c.s. de sumo de limão
blog8

blog2

blog3

blog4

PREPARAÇÃO:
Pré aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma com manteiga e polvilhe com farinha.
Bata os ovos com o açúcar até obter uma mistura fofa e esbranquiçada.
Junte a raspa dos limões e a manteiga derretida e misture.
Adicione a farinha peneirada e o fermento.
Adicione os frutos vermelhos e com uma colher envolva-os na massa sem esmagar.
Coloque o bolo no forno durante 25-35 min ou até o palito sair seco.
Deixe arrefecer antes de desenformar.
Para preparar o icing: Misture o açúcar em pó com o sumo de limão até desfazer os grumos e regue o bolo.

blog7 blog5

Galette de Maçã e Mirtilo

Aveiro é uma cidade maravilhosa. É verdade que a maioria das pessoas conhece-a pelos ovos moles, mas também tem outros encantos menos óbvios: temos a Ria de Aveiro e as praias de areal branco e extenso. Temos peixe e marisco fresco e fantástico, temos também uma das melhores universidades do país e da Europa. Estamos a uma passo do Norte e do Centro…literalmente com um pé na serra e outro no mar.
Mas apesar de tudo isto, se há coisa que eu detesto é que Agosto por cá, é sinónimo de vento de manhã até ao fim do dia. Não sei bem porquê…desde que me lembro dos Verões, que o vento era uma constante que estragava qualquer dia de praia. Por isso cada vez mais tenho optado por ir pela manhã, enquanto o vento se faz notar um pouco menos. Nem que seja para andar pelo areal, já que o estar deitada de barriga ao ar é algo que não me é permitido há vários meses.

Acho que com o passar dos anos passamos a valorizar coisas diferentes. Quando era miúda passava a tarde na praia, a estorricar ao sol, tomava banho de mar com a água gelada e nunca me queixava…Verão que era Verão era assim. Hoje já tenho gostos mais exigentes (digamos assim) e sinceramente já não tenho paciência para estar a torrar no areal feita lagartixa…debaixo do guarda sol e com leitura ainda aguento um par de horas…mais que isso não consigo!

4

Por isso estas férias, e já com um barrigão de quase 8 meses, têm sido passadas a preparar as coisas da Carlota, ou a ver filmes e séries. Nalguns dias gosto de ir a praia (mas só por um bocado), mas na maioria das vezes entretenho-me com cozinhados descomplicados e bem à época: como esta galette! Rápida de preparar, vai ao forno e já está! Sucesso garantido!

SERVE: 6
TEMPO: 45min

Massa:
50g Açúcar
100g Manteiga Amolecida
2 Ovos Batida
200g de Farinha
1 Pitada de Sal
Manteiga para Untar

Recheio:
100g de Mirtilos
1 Maçãs cortadas em fatias
2 c.s. de Açúcar Amarelo

Açúcar em pó para polvilhar

Bata o açúcar e a manteiga amolecida numa taça e junte o ovo, a farinha e o sal. Forme uma bola, embrulhe em película aderente e reserve no frigorífico durante 30 minutos.
Pré-aqueça o forno a 175º.
Estenda a massa num círculo e coloque-a sobre uma folha de papel vegetal num tabuleiro.
Disponha a fruta no centro do círculo, polvilhe-a com açúcar amarelo e leve ao forno durante 25 a 30 minutos até que a massa fique bem dourada.
Retire do forno, deixe arrefecer durante 10 minutos e polvilhe com a açúcar em pó. Pode servir de imediato.

3

Tarteletes de Mirtilo, Nectarina e Lúcia Lima

Adoro esta época! Há tanta variedade de fruta à disposição: os mirtilos, as nectarinas, as ameixas, a melancia e os melões, a cereja e até as amoras já vão aparecendo.
Adoro comer fruta (apanhada da árvore então…) logo pela manhã ou a meio da tarde. Tenho aproveitado a fartura para fazer compotas para o resto do ano ou então deixo-me levar por devaneios culinários e uso-a em sobremesas. Às vezes aproveito para congelar e usar mais tarde em batidos ou sumos.

Estas férias visitámos uma quinta de mirtilos em Arganil, e juro-vos que foram os maiores e mais doces mirtilos que alguma vez provei! Mancheias de mirtilos apanhados diretamente dos arbustos, onde apenas o sol e a água bate, e o solo faz o resto! Tão, mas tão bons! Uns estão já congelados à espera dos dias cinzentos, e os outros foram para estas tarteletes que espero fazerem justiça a tão boa matéria prima! Boas estavam elas…estavam!

4

SERVE: 4
TEMPO: 2H

INGREDIENTES:

Massa:
25g Açúcar
50g Manteiga Amolecida
1 Gema Batida
100g de Farinha
1 Pitada de Sal
Manteiga para Untar

Creme de Pasteleiro:
25g Açúcar
1 Ovo + 1 Gema
10g Farinha de Trigo
10g Farinha Maizena
150ml Leite
2 a 3 Folhas de Lúcia Lima

Decoração:
1 Chávena Chá Mirtilos
1 Nectarina
2 c.s. de mel

Comece pela massa. Bata o açúcar e a manteiga amolecida numa taça e junte o ovo, a farinha e o sal. Forme uma bola, embrulhe em película aderente e reserve no frigorífico durante 30 minutos.

Entretanto prepare o creme de pasteleiro. Coloque o leite numa panela e leve ao lume até ferver. Desligue o lume, coloque as folhas de lúcia-lima e deixe infundir durante uns 5 minutos. Numa taça, bata o ovo e a gema com o açúcar e a farinha e junte ao leite, leve ao lume outra vez e deixe engrossar até obter a textura de creme, mas sem deixar ferver. Retire as folhas da lúcia lima, coloque o creme num prato e cubra-o com uma folha de película aderente. Deixe arrefecer.

Voltando à base das tarteletes pré-aqueça o forno a 175ºC.
Unte as forminhas com manteiga (usei formas com 15cm diâmetro), e forre-as com a massa (estenda-a com a ajuda de um rolo).
Pique o fundo, coloque papel vegetal sobre a massa, cubra com feijão seco e leve ao forno durante 20 a 25 minutos até ficarem com as beiras ligeiramente douradas. Retire do forno e deixe-as arrefecer.

Para finalizar, disponha o creme de pasteleiro dentro das bases, decore com os mirtilos e os pedaços de nectarina. Aqueça o mel no microondas e pincela a fruta com este.

Panquecas de Aveia, Côco e Mirtilos

Para o grandes amantes de pequenos almoços robustos, esta receita é obrigatória! Foi adaptada de uma receita da Nigella Lawson e se for frequente fazer panquecas em casa tenha a mistura seca já pronta, juntando os ingredientes líquidos só quando precisar. Poupa na louça, poupa no tempo e digam lá que não faz um grande pequeno almoço na cama!

Boa semana!

3

INGREDIENTES:
(150g da mistura seca servem 2-3 pessoas)
Mistura Seca
400g de Farinha de Trigo
100g de Côco Ralado
100g de Flocos de Aveia
3 c.s. de fermento em pó
1 c .chá de sal
50g de açúcar

Por cada 150g da mistura seca, precisa acrescentar aquando da preparação:
1 Ovo
350 ml de Leite
2 c.s. de manteiga derretida

Nada mais fácil!
Num frasco hermético misture todos os ingredientes secos. Feche e agite até misturar.
Aquando a preparação retire 150g da mistura anterior, e junte-lhe o ovo, leite e a manteiga.
Acrescente os mirtilos (ou outras frutas a gosto: maçã, morangos, amoras, pêssegos…) e misture.
Aqueça uma frigideira sem óleo.
Coloque colheradas na frigideira (não demasiado quente), deixando cozinhar cerca de 1 minuto de cada lado.
Retire, regue com mel ou xarope de ácer e sirva quentes.

Cheesecake Rápido de Cereja e Mirtilo

Esta é uma daquelas receitas que parece ter demorado imenso tempo, mas na verdade se tiver tudo à mão demora aí…10 minutos. E fica logo pronta a servir!
Para o topping usei doce de cereja, mas podem usar só frutas frescas, ou fazer uma ganache de chocolate que também resulta bem. Podem trocar os mirtilos por outros frutos vermelhos, figos ou pêssegos.

IMG_1505edit

 

SERVE: 4 PESSOAS
TEMPO: 15 MIN

INGREDIENTES:
250g de queijo mascarpone
2 Iogurtes Gregos
4 c.s. de Açúcar
Raspa de 1/2 Laranja
1 colher chá de essência de baunilha
Doce de cereja (ou outro que prefiram)
150g de Mirtilos
1/2 Pacote de Bolacha Maria (usei integral)
50g de manteiga

Derreta a manteiga.
Numa picadora, ou robot, coloque a manteiga e as bolachas e triture ligeiramente. Deixe a bolacha com alguma textura.
Se preferir pode colocar as bolachas num pano, batendo depois com o rolo da massa. Coloque numa tigela, junte a manteiga e misture com um garfo.
Coloque esta preparaçãono fundo de taças ou copos.
Leve ao frigorífico enquanto executa o passo seguinte.
Numa taça misture o queijo, os iogurtes, o açúcar, a raspa e a baunilha até obter uma textura uniforme.
Divida o preparado sobre a bolacha e termine com doce de cereja e mirtilos.