Pannacotta (sem lactose) com Coulis de Maracujá

Os últimos do Verão.
Maracujá é daquelas frutas que me arranca suspiros. Adoro a acidez, adoro a textura das sementes, adoro a cor.

Queria fazer uma versão sem natas da pannacotta. Sei que adulterei a receita original, mas existem tantas pessoas com intolerância a lactose, que as suas opções alimentares ficam limitadas. À segunda tentativa a receita ficou com a textura que eu queria, e o meu marido até disse que gostava mais desta versão do que a original…

Tenho a sensação que irei repetir a receita mais algumas vezes cá por casa.

2

SERVE: 4
TEMPO: 10 min + 4-6h no frigorífico

INGREDIENTES:

pannacotta:
400ml de leite de côco
200ml de leite de amêndoa
4 c.s. de açúcar branco
Para uma versão completamente vegan usar ágar-ágar ou 6 folhas de gelatina (confirmei as instruções de uso da gelatina que estiverem a usar. Já encontrei marcas com valores de solidificação diferentes por folha de gelatina).
coulis de maracujá:
sumo de 1 laranja
4 maracujás
3 c.s. de açúcar
4

Numa taça com água fria e gelo coloque as folhas de gelatina. Deixe que amoleçam durante uns 5 minutos.
Num tacho coloque o leite de côco, o leite de amêndoa e o açúcar. Leve ao lume até que ferva. Retire do lume, esprema as folhas de gelatina e junte-as ao preparado. Mexa até dissolverem completamente.
Coloque a preparação em forminhas, e leve ao frigorífico entre 4 a 6 horas, ou até que a pannacotta fique sólida.
Na altura de servir, pode desenformar de 2 formas: ou mergulha as forminhas numa taça com água quente (apenas alguns segundos), ou inserindo uma faca entre a forma e a pannacota. Sirva com o coulis por cima.

Vamos fazer o coulis.
Num tacho, coloque o açúcar e o sumo de laranja. Corte os maracujás e retire a polpa com a ajuda de uma colher. Junte ao tacho e leve ao lume.
Deixe ferver apenas alguns minutos para que o açúcar se dissolva. Retire, deixe arrefecer e reserve. Pode preparar o coulis de véspera e guardar num frasco no frigorífico.
5