Robalo em Papelote com Gengibre e Limão

Finalmente uma tarde de sol. Não que estivesse calor, mas o fato de poder sair sem a preocupação eminente de ser apanhado desprevenido por uma arraial de chuva, é um sentimento reconfortante de que já tinha saudades.
Aproveitámos a tarde de sábado para visitar alguns sítios que não via há mais de dez anos. Alguns permanecem exatamente iguais…outros surpreendentemente melhoraram. Murtosa, Torreira e São Jacinto são localidades pertencentes a Aveiro, e embora estejam tão perto desta cidade, de tal forma que até a vista alcança, por ausência de uma ponte há muitos anos desejada, acabam separadas por uma viagem de 45 minutos. Sempre muito ligadas às coisas do mar, são um misto de atrações turísticas no Verão e residência habitual de bastantes famílias ainda ligadas à pesca, ou ao serviço militar, dada a proximidade da base. Um bom passeio…
E com o cheiro a mar ainda no coração, e a promessa de dias de sol que se avizinham, o almoço foi bem ao sabor do Verão. E das coisas boas. Um papelote de robalo. Apenas peixe fresco, alguns sabores e muito amor. Para matar as saudades do Verão.

4 2

SERVE: 2 PESSOAS

INGREDIENTES:
2 Robalos (aprox. 300g cada)
1 Ramo de Tomilho Fresco
1 Limão
Sal e Pimenta q.b.
1 Talo de Gengibre

Comece por fazer alguns golpes longitudinais do peixe, conforme se vê na foto.
Insira umas meias luas de limão nesses golpes.
Recheie a barriga do peixe com o restante limão, o gengibre cortado em pedaços e o tomilho.
Tempere os peixes com sal e pimenta de ambos os lados.
Corte aproximadamente 60 cm de papel vegetal.
Coloque um peixe por folha.
Faça um embrulho de forma a que o vapor criado na cozedura não escape.
Leve a assar em forno prá-aquecido a 180ºC durante 15 minutos.
Este tempo varia consoante o tamanho do peixe, por isso verifique sempre antes de retirar.
Sirva o peixe com legumes cozidos.