Esparguete com Molho de Queijo e Cogumelos

A apenas 2 semanas do Natal, tudo se veste a rigor para a grande ocasião. As ruas engalanadas de luzes de todas as cores, as montras bem enfeitadas, as compras de última hora, aquele embrulho que falta fazer. Todos os anos e cada vez mais cedo o comércio se prepara para a ocasião e mesmo assim eu deixo a compra das prendas sempre para os últimos dias. Defeito meu, eu sei. Sem qualquer dúvida e desculpa. Mas na verdade eu detesto a azáfama dos centros comerciais, as longas filas, o stand dos embrulhos. Detesto! Estraga a experiência toda. Transforma um momento que deveria ser de tranquilidade e serenidade numa frenética maratona com várias horas em filas de espera.
Por mim, prendas só para as pessoas mais chegadas e como é óbvio para as crianças. Tudo o resto cheira-me a supérfluo.

Aquilo que gosto mesmo nesta época é aquele dia em que montamos a árvore e a ceia de 24. Mais concretamente a tarde de preparativos e cozinhados. Aqueles dias que a antecedem em que se planeiam as receitas, os ingredientes, as decorações.

Aqui o bacalhau é sempre rei, mas há sempre um prato de carne a aguçar os apetites mais audazes. Festa é festa!
Na família das sobremesas vario todos os anos…percorro os pudins, as mousses, os bolos, mas à mesa sentam-se sempre as clássicas rabanadas e os sonhos. Não gosto de bolo rei (ups!) mas guardo um cantinho também para que ele esteja presente. Este ano ainda não me decidi com as sobremesas e com o prato de carne.
A ver vamos.
E vocês? Como é o Natal à vossa mesa?

SERVE: 4
TEMPO: 30MIN

INGREDIENTES:
250g de esparguete
Sal q.b.
2 c.s. de manteiga
100g de bacon
½ cebola
2 dentes de alho picados
½ malagueta (opcional)
200ml de natas
100g de queijo curado

PREPARAÇÃO:
Coloque uma panela com água e sal ao lume e deixe que levante fervura. Coloque o esparguete a cozer respeitando o tempo de cozedura indicado na embalagem.
Numa frigideira coloque a manteiga, a cebola e alho picados e o bacon. Deixe fritar durante 5 minutos mexendo ocasionalmente.
Adicione o alho e os cogumelos e cozinhe por mais 5 minutos. Adicione a malagueta picada e as natas. Quando o molho começar a fervilhar junte o queijo cortado em pedaços e mexa até que este derreta por completo. Retifique o tempero de sal se necessário.
Escorra a massa (guarde alguma da água) e envolva o esparguete no molho. Junte algumas colheres de sopa da água de cozedura da massa para ajustar a textura do molho, se necessário.
Sirva de imediato.

Pudim de Queijo Fresco e Côco

Esta fase do ano é sempre estranha. Parece que a partir do momento que fazemos a árvore de Natal, os dias passam a voar e num instante chega o novo ano. Talvez por ser um mês de feriados, pontes e algumas férias (para os sortudos). Começa Dezembro e estamos a um passinho de 2017!

Por aqui os dias flutuam entre algumas compras de Natal, tardes de domingo em volta da lareira e tardes de sábado em redor do forno. E apesar dos dias de Natal e fim de ano, prometerem alguns exageros na balança não consigo resistir a um docinho de vez em quando.

Acham que conseguem resistir a este pudim? Boa semana.

dsc_0005

SERVE: 6
TEMPO: 70min

INGREDIENTES:
1 lata de leite condensado
150g de queijo fresco
5 gemas+1 Ovo inteiro
½ chávena de chá de côco ralado
Caramelo líquido q.b.

PREPARAÇÃO:
Ligue o forno nos 180ºC e coloque uma taça (ou tabuleiro) para poder cozinhar o pudim em banho maria.
Pode preparar a mistura usando uma liquidificadora ou com a varinha mágica. Num recipiente coloque todos os ingredientes(excepto o caramelo) e misture até obter um preparado uniforme.
Deixe repousar alguns minutos para perder a espuma resultante da operação anterior.
Entretanto unte uma forma de pudim com caramelo líquido e verta o preparado dentro desta. Tape a forma com papel de alumínio (caso não tenha tampa) e coloque-a no recipiente com a água quente. Deixe no forno por 60 minutos. Para confirmar que o pudim está pronto, faça o teste do palito (caso saia limpo, está ok!).
Deixe arrefecer para depois desenformar.

dsc_0008

dsc_0065

dsc_0067

Queijadas de Laranja e Queijo Fresco

Ainda ontem estávamos de pés na areia em pleno verão e quase, quase que é Natal. Não há loja que já não esteja devidamente engalanada para a época. E de manhã nas bermas já sê aquela geada branquinha tão típica da estação. As árvores despem-se e os casacos vestem-se.

Por aqui ainda não se vêem enfeites natalícios, mas à mesa sentam-se sabores mais quentes e reconfortantes. Sabem bem os estufados, as sopas grossas, as massas encorpadas e os assados robustos. Cada sabor tem um lugar e uma estação. Na fruteira já se sentam os dióspiros, as romãs, as castanhas, as primeiras laranjas e clementinas.

Dezembro trará consigo os brócolos, legume que tanto me conforta a barriga e a alma. E lá para 24 as filhoses, sonhos e rabanadas alinham-se à mesa, estreando o cortejo tão aguardado que reúne toda a família em redor dos sabores do coração. Mal posso esperar!

1

SERVE: 6
TEMPO: 1H

INGREDIENTES:
200g de Queijo fresco
400ml de Leite
40g de Manteiga amolecida
350g de Açúcar
Raspa de 2 laranjas
75g de Farinha de trigo
5 ovos
1 Pau de Canela
Margarina para untar

PREPARAÇÃO:
Ligue o forno a 180ºC e unte forminhas de queijada com margarina. Reserve.
Num tacho aqueça o leite, o pau de canela, a raspa das laranjas, a manteiga e o açúcar. Quando começar a ferver deixe repousar e infundir o sabor da laranja por 10 minutos.
Num recipiente bata o queijo fresco com os ovos até obter uma mistura uniforme. Junte a farinha e o leite e misture novamente. Verta o preparado nas forminhas e leve ao forno durante 25 a 30 minutos (ou até que as queijadas fiquem firmes douradinhas por cima).
Retire e deixe-as arrefecer para depois desenformar.

dsc_0139

dsc_0146

dsc_0148

dsc_0149

dsc_0170

dsc_0171

dsc_0177

Esparguete com pesto de pimento e queijo fresco

Com a absoluta certeza de que os belos dias de sol já lá vão, regressa a vontade de comer pratos mais robustos e reconfortantes…daqueles que aquecem o corpo e a alma. Mas da horta ainda vêm alguns tomates e pimentos. Uns vão para congelar para usar durante o resto do ano, outros merecem uso imediato, apelando a um prato de massa. E a prova de o pesto não é só feito com mangericão e pinhões, eis uma excelente alternativa.

6
dsc_0080

SERVE: 4
TEMPO: 45min
INGREDIENTES:
500g de esparguete
2 chávenas de folhas de espinafres (pode usar congeladas)
3 pimentos vermelhos
3 dentes de alho
Sal e Pimenta q.b.
2 c.s. de Azeite
½ chávena de miolo de amêndoa
½ chávena de queijo parmesão ralado
1 ramo de manjericão
½ chávena de azeite
Queijo com alho e ervas

PREPARAÇÃO:
Limpe as sementes dos pimentos e corte-os em pedaços. Num tabuleiro coloque o pimento, os dentes de alho, sal e pimenta e as 2 c.s. de azeite. Leve a assar em forno pré aquecido a 180ºC durante 30 minutos.
Num copo coloque o miolo das amêndoas, as folhas de manjericão (a gosto), o azeite, o pimento assado e o parmesão ralado. Triture com a varinha mágica e retifique o sal e a pimenta se necessário.
Reserve.
Num tacho coloque água temperada com sal e leve ao lume até levantar fervura. Nesse momento coloque o esparguete e os espinafres a cozer durante o tempo recomendado na embalagem do esparguete. Retire e escorra. Coloque numa taça e junte o pesto (quantidade a gosto). Sirva com o queijo de alho e ervas desfarelado sobre a massa.

dsc_0095

Crumble de Pêssego e Framboesa

Chegado o verão, a fruteira cá de casa fica sempre cheia de pêssegos. Eu adoro-os. As nectarinas, os paraguaios, os maracotão e aqueles cor de rosa perfumados que nunca decepcionam. Esses e os paraguaios enchem-me as medidas! Normalmente gosto de os comer naturais, mas são uma fruta muito versátil para usar em saladas e sobretudo em sobremesas.

Um crumble é sempre a forma ideal para usar aquela fruta que vai ficando esquecida ou mais madura. Nesta receita juntei os pêssegos com as framboesas e ficou uma combinação per-fei-ta! Os pêssegos libertam o seu xarope doce e delicioso e lá pelo meio a espreitar as ácidas framboesas acordam as papilas…autênticas estrelinhas no céu da boca! Já estão a salivar?!

Bom apetite!

5
1 2
SERVE: 4
TEMPO: 40 min

INGREDIENTES:
6 pêssegos
150g de framboesas
açúcar em pó para polvilhar q.b.
3 c.s. Açúcar amarelo
4 c.s.Farinha de Trigo
4 c.s. Manteiga amolecida

PREPARAÇÃO:
Corte os pêssegos em pedaços. Descasque-os se assim preferir;
Disponha-os num recipiente de forno e disponha também as framboesas. Se os pêssegos forem bastante doces não será necessário juntar açúcar à fruta. Caso contrário, adicione uma ou 2 c.s. de açúcar;
Numa taça junte a farinha, o açúcar e a manteiga amolecida. Amasse os ingredientes desfarelando com os dedos até obter uma massa com aspeto de areia molhada;
Disponha a massa sobre a fruta e leve ao forno durante 35 minutos ou até que a crosta fique dourada;
Retire e deixe repousar uns 15 minutos antes de servir.Polvilhe com açúcar em pó e acompanhe comnatas batidas.

3 4 6

Cheesecake de Iogurte e Maracujá

Sobremesas não é de todo a minha praia. Gosto de as comer é verdade, mas acho que não tenho a disciplina necessária para esse nível de precisão. Tenho dificuldade em seguir uma receita e sei que nas sobremesas não existe essa flexibilidade. Além disso eu sou uma pessoa de salgados e ponto!

3
12

Mas com a aproximação do aniversário da Carlota (já quase passou um ano, como é possível??!) tenho feito alguns testes com receitas de sobremesas. Esta é daquelas que não falha! Sai sempre bem, e o maracujá pode ser trocado por outra fruta (ando a fantasiar com a época das amoras que está quase a chegar). Se quiserem um cheesecake mais baixo ou para menos pessoas podem reduzir a quantidade do recheio.

8 6 5

SERVE: 10
TEMPO: 45min+8h

INGREDIENTES:
150g de bolacha digestiva
50g de manteiga amolecida
150g de queijo creme (tipo Filadélfia)
250g de Iogurte Grego (ou iogurte natural)
5 c.s. de açúcar
200ml de natas para bater
5 folhas de gelatina
1 colher de chá de essência de baunilha

Cobertura:
2 chávenas de chá de polpa de maracujá (pode usar de lata ou natural)
2 c.s. de açúcar
1 folha de gelatina

PREPARAÇÃO:
1. Num robot de cozinha coloque a bolacha e a manteiga e triture até que a bolacha fique em migalhas pequenas e de tamanho uniforme. Se não tiver robot de cozinha, coloque as bolachas num pano limpo e com um rolo da massa triture-as. Coloque as migalhas numa taça juntamente com a manteiga e amasse até ficar um preparado uniforme. Coloque esta massa no fundo de uma forma de fundo amovível e pressione com as costas de uma colher para que a base fique bem compacta. Coloque no frigorífico enquanto prepara a restante receita.

2. Ponha a polpa do maracujá num tacho com o açúcar e deixe ferver até ganhar uma consistência de xarope (10 a 15 min). Reserve e deixe arrefecer.

3. Numa taça coloque o queijo creme, o iogurte grego, a baunilha e o açúcar e bata com uma batedeira. Noutra taça bata as natas e quando estas estiverem firmes junte-as ao preparado anterior, envolvendo-as cuidadosamente com uma espátula.

4. Demolhe as folhas de gelatina num pouco de água fria. Escorra a água, deixando o equivalente a 2 c.s. de líquido e leve ao microondas durante 15 segundos. Retire, mexa até dissolver e junte ao preparado do queijo creme. Misture e verta sobre a base de bolacha.
Leve ao frigorífico durante 2h.

5. Demolha a restante folha de gelatina e prepare-a da mesma forma que preparou as restantes para o recheio. Junte-a a metade do coulis de maracujá (reserve o restante) e mexa. Verta sobre o cheesecake e leve ao frigorífico durante pelo menos mais 6h(ou preferencialmente durante a noite).

6. Quando for para servir, passe uma faca entre o cheesecake e a forma para que se separem. Desenforme cuidadosamente e verta o restante coulis sobre o bolo. Decore com framboesas (opcional).

4