SOBREMESAS

Queijadas

Queijadas são sempre ótimas…eu como-as quentes ou frias, com ou sem canela! E mal saem da forma há sempre uma mão que aparece que roubar uma aqui e outra ali…só mais uma!
A verdade é que são tão fáceis de fazer e deliciosas que não custa ter esta recita sempre à mão para um daqueles dias em que nos apetece algo doce.

1

SERVE: 12 QUEIJADAS
TEMPO: 30 MIN

INGREDIENTES:
1/2 L de Leite
50g de Manteiga
2 Ovos Inteiros
1 c.café de Canela em Pó
200g de Açúcar
100g de Farinha de Trigo

Aqueça o leite com a manteiga, só até esta derreter.
Coloque todos os ingredientes na liquidificadora e misture.
Coloque em forminhas (eu usei de silicone) e leve a forno pré-aquecido (170ºC) durante 20 a 25 minutos dependendo do tamanho das forminhas. Devem ficar com a superfície dourada.
Deixe arrefecer, desenforme e sirva com ou sem canela.

Tarte de Limão

2 1

TEMPO: 45 min
SERVE: 6

INGREDIENTES (para uma base de 30 cm de diâmetro):
1 Base de Massa Folhada
4 Ovos
200g de Açúcar
300 ml de Natas
100g de farinha de trigo
Raspa e sumo de 4 Limões

Numa tigela bata os ovos com o açúcar até obter uma mistura esbranquiçada e fofa. Junte as natas, o sumo e raspa dos limões e adicione a farinha peneirada.
Misture até ober uma massa homogénea.
Coloque sobre a base e leve a cozer em forno pré-aquecido a 180ºC durante cerca de 35 minutos.
Se inchar no meio, não se preocupe, quando arrefecer vai ficar direita.
Deixe arrefecer antes de desenformar e sirva com açúcar polvilhado.

Tarte de Tangerina

Estamos na época das tangerinas. E das laranjas. A fruteira está sempre cheia delas. Uma boa desculpa para se usar em sumos, saladas, sobremesas e bolos. Tão versátil só mesmo o seu primo…o limão.
E aquela cor viva e quente das tangerinas serviu também de inspiração para reformar o aspeto do blogue. Com a primavera a aproximar-se queria algo mais quente e funcional. Depois de algumas experiências, o resultado final está mesmo ao meu jeito. Espero que ao vosso também.
E porque não usar a mesma inspiração para uma sobremesa?? Ora pois…Cá está ela!

1

SERVE: 8 pessoas

INGREDIENTES:
Uma base de massa folhada (para forrar uma base de 30cm de diâmetro)
150ml de Sumo de Tangerina
300g de Açúcar
500ml de Leite
2 Ovos Inteiros
Raspa de 3 Tangerinas
6 Gemas
2 c.s. de Farinha de Trigo
Açúcar em Pó (opcional)

Forre a base com a massa folhada.
Reserve no frigorífico enquanto prepara o recheio.
Dissolva o açúcar com o leite e o sumo.
À parte bata as gemas com os ovos, a raspa das tangerinas e a farinha.
Junte os ingredientes secos e molhados e encha a base da tarte.
Leve a cozer em forno pré-aquecido a 180ºC durante 40 minutos.
Deixe arrefecer completamente antes de polvilhar com açúcar em pó e desenformar.

Gelado de Manteiga de Amendoim e Caramelo Salgado

Já tinha visto esta receita, numa Masterclass da 2ª temporada do Masterchef Australia, um dos meus programas de culinária favoritos! Grande produção, a sério! Claramente, devia ter experimentado mais cedo.

2 4

INGREDIENTES:

para o caramelo:
50g de Açúcar Branco
1 c.s. de Amendoins Torrados
1 Pitada de Sal

para o gelado:
300ml de Leite Gordo
300ml de Natas
6 Gemas
100g de Açúcar
2 c.s. de Manteiga de Amendoim

Prepare uma taça de água com gelo, para a fase seguinte. Tenha-a à mão.
Coloque uma panela vazia a aquecer.
Passado 1 minuto, coloque o açúcar para o caramelo e deixe começar a ganhar cor (não adicione água).
Quando começar a dourar, junte o amendoins e o sal e mexa até começar a ficar castanho.
Nesta fase tire do lume e deixe o calor finalizar o caramelo. (Se queimar muito depressa, coloque a panela na taça com gelo e água, que a cozedura pára de imediato).
É natural que o caramelo solidifique no fundo da panela, mas sem problema.
Junte o leite e as natas e deixe ferver. Aqui, o torrão vai ser dissolvido.
Bata as gemas com as 100g de açúcar (pode ser à mão, não tem necessáriamente de ser com batedeira) e quando a mistura anterior levantar fervura, junte metade à preparação dos ovos e coloque o restante ao lume.
Mistura bem as gemas/açúcar com o leite/natas fervidas e junte à panela que ficou ao lume com o restante leite/natas.
Nesta etapa o importante é não deixar a mistura ferver! Mexa com calma, mas constantemente até a mistura obter uma consistência cremosa, semelhante a iogurte líquido.
Retire do lume e novamente ponha a panela na taça com gelo para parar a cozedura.
Deixe a mistura arrefecer, até ficar um pouco mais quente do que a temperatura corporal (se colocar o dedo, estará morno). isto é importante para a adição da manteiga de amendoim. Se estiver demasiado quente, a gordura da manteiga de amendoim vai talhar. Se estiver demasiado frio, não dissolve bem e fica com grumos.
Junte a manteiga de amendoim e mexa até dissolver.
Coloque na máquina de fazer gelados e siga as instruções do fabricante.
Se não tiver máquina, coloque o congelador e bata a mistura a cada 2 horas para que não ganhe cristais de gelo.

Pannacota de Iogurte e Amora

As amoreiras estão em pleno. Há algumas semanas que dispõem gratuitamente, os seus belos frutos, repletos de antioxidantes e sabor. É a altura ideal para a colheita, e mesmo que não se consumam todos, podem facilmente ser congelados e mais tarde usados em batidos, ou sobremesas.

3 (1)

INGREDIENTS:
3 Iogurtes Naturais
5 Folhas de Gelatina
1 Lata de Leite Condensado
1 c.s. de Açúcar
300g de Amoras

Coloque as amoras num tacho com o açúcar, tape e deixe em lume mínimo 30 minutos para que libertem o sumo e formem um xarope. Reserve e deixe arrefecer.
Quando a mistura tiver arrefecido, passe-a e coe para retirar todas as grainhas.
Coloque a gelatina a dissolver durante 5 minutos em água e gelo. Escorra e dissolve em 1/2 chávena de água bem quente. Mexa até dissolver.
Na liquidificadora coloque os iogurtes, a polpa de amora, o leite condensado e a gelatina dissolvida. Misture durante 2 minutos.
Coloque em taças e leve a refrigerar durante 3 horas.