Doces de Colher

Cheesecake de Caramelo

Este foi o primeiro cheesecake não cru que experimentei. É claramente uma versão completamente diferente. Com uma textura muito distinta…e um sabor completamente peculiar!
Que melhor forma de o descrever senão: veludo numa colher!

Bom apetite!

SERVE: 6
TEMPO: 90MIN

INGREDIENTES:
3 ovos
250g de Requeijão
200g de queijo creme (tipo filadélfia)
1 Lata de Leite Condensado cozido
1 Pacote de bolachas de água e sal
100g de Manteiga

PREPARAÇÃO:
Pré aqueça o forno a 180ºC.
Num robot de cozinha (ou com uma varinha mágica) triture as bolachas até obter uma areia grossa. Derreta a manteiga, adicione e triture mais um pouco para misturar bem. Coloque este mistura numa forma de fundo móvel (20cm) e pressione com as costas de uma colher, ou com os dedos até ficar uma base firme e compacta. Reserve no frigorífico enquanto prepara a restante receita.
Num liquidificador, coloque os ovos, o requeijão, o queijo creme e o leite condensado. Misture durante alguns minutos.
Coloque a massa na forma e leve ao forno durante 60-75 minutos. Faça o teste do palito para verificar que este sai limpo.
Retire e deixe arrefecer completamente para poder desenformar.

Tarte de Requeijão e Amêndoa

O Carnaval nunca foi uma época que me tivesse marcado especialmente durante a minha infância ou adolescência. Claro que me mascarava, embarcava nas brincadeiras típicas da época, mas acho que só achava giro por ser uma atividade de grupo e não pelo significado em si.
Com o passar dos anos, esse distanciamento foi-se tornando cada vez mais evidente.

Claro que o nascimento de um filho muda muita coisa. E também esta sofreu um saudável “upgrade”.
Não, não me irão ver com nariz de palhaço!
Nem com uma peruca na cabeça…mas confesso que dedico algum tempo a pensar no fato que vou comprar à miúda. Como poderá ela viver esse dia, para que tenha as melhores experiências possíveis.
Enfim…coisas de mãe acho eu!

O ano passado tivemos uma macaquinha, este ano vai de coelhinho.
Dos animais certamente vai passar aos super heróis, depois às princesas, não esquecendo os ídolos e esperemos que fique por aí.

Bom Carnaval e lembrem-se: a vida são 2 dias!!

SERVE: 6
TEMPO: 60MIN

INGREDIENTES:

300g de requeijão
7 gemas+1 ovo inteiro
Raspa de 1 limão
50g de farinha de trigo
50g de manteiga
50g de farinha de amêndoa
100g de açúcar
Açúcar em pó para polvilhar q.b.

PREPARAÇÃO:
Unte uma forma de tarte com manteiga. Forre o fundo com papel vegetal e reserve.
Ligue o forno nos 180ºC.
Numa taça coloque o requeijão e o açúcar e bata. Junte o ovo, as gemas, a raspa de limão e a manteiga derretida. Bata durante alguns minutos.
Adicione a farinha de trigo e a de amêndoa e mexa para que fique tudo incorporado.
Coloque a massa na forma e leve ao forno durante 25 minutos ou até que ganhe uma bela cor dourada no topo e fique firme ao toque.
Retire e deixe arrefecer antes de desenformar.
Polvilhe com açúcar em pó.

Pudim de Requeijão, mel e laranja

Mais uma semana que começa…e trouxe a chuva com ela novamente!

Não sei porquê mas desde que a Carlota nasceu parece que o tempo passou a correr mais depressa. A segunda voa até sexta num abrir e fechar de olhos. No sábado começam as limpezas, as refeições para a semana, brincadeiras com a miúda, compras no hipermercado, talvez um passeio pelo parque se a chuva deixar e quando dou por ela é segunda outra vez!
Felizmente ao final do dia já não é tão escuro e o dia faz-se parecer um pouco maior. Um artifício falso, já que o tempo continua o mesmo: 24 horas de azáfama!

Ufa! Boa semana!

 

SERVE: 6
TEMPO: 10+60MIN

Ingredientes:
8 gemas e 4 ovos
500g de requeijão (usei de vaca)
6 c.s. de mel
Sumo e raspa de 2 laranjas
4 c.s. de açúcar branco
60g de miolo de amêndoa
Caramelo q.b.

Preparação:
Aqueça o forno nos 180ºC.
Numa picadora coloque o miolo de amêndoa (sem pele) e pique até obter uma farinha fina.
Num liquidificador (ou num copo de varinha mágica) coloque o requeijão escorrido, os ovos e as gemas, o mel, o açúcar, o sumo e raspa da laranja e triture até obter uma mistura homogénea.
Prepare a forma do pudim, pincelando o seu interior com uma quantidade generosa de caramelo.
Encha-a com o preparado anterior e coloque-a no forno durante 50-60 min (ou até que fique com uma consistência firme).
Deixe arrefecer antes de desenformar.

Crumble de Pêssego e Framboesa

Chegado o verão, a fruteira cá de casa fica sempre cheia de pêssegos. Eu adoro-os. As nectarinas, os paraguaios, os maracotão e aqueles cor de rosa perfumados que nunca decepcionam. Esses e os paraguaios enchem-me as medidas! Normalmente gosto de os comer naturais, mas são uma fruta muito versátil para usar em saladas e sobretudo em sobremesas.

Um crumble é sempre a forma ideal para usar aquela fruta que vai ficando esquecida ou mais madura. Nesta receita juntei os pêssegos com as framboesas e ficou uma combinação per-fei-ta! Os pêssegos libertam o seu xarope doce e delicioso e lá pelo meio a espreitar as ácidas framboesas acordam as papilas…autênticas estrelinhas no céu da boca! Já estão a salivar?!

Bom apetite!

5
1 2
SERVE: 4
TEMPO: 40 min

INGREDIENTES:
6 pêssegos
150g de framboesas
açúcar em pó para polvilhar q.b.
3 c.s. Açúcar amarelo
4 c.s.Farinha de Trigo
4 c.s. Manteiga amolecida

PREPARAÇÃO:
Corte os pêssegos em pedaços. Descasque-os se assim preferir;
Disponha-os num recipiente de forno e disponha também as framboesas. Se os pêssegos forem bastante doces não será necessário juntar açúcar à fruta. Caso contrário, adicione uma ou 2 c.s. de açúcar;
Numa taça junte a farinha, o açúcar e a manteiga amolecida. Amasse os ingredientes desfarelando com os dedos até obter uma massa com aspeto de areia molhada;
Disponha a massa sobre a fruta e leve ao forno durante 35 minutos ou até que a crosta fique dourada;
Retire e deixe repousar uns 15 minutos antes de servir.Polvilhe com açúcar em pó e acompanhe comnatas batidas.

3 4 6

Cheesecake de Iogurte e Maracujá

Sobremesas não é de todo a minha praia. Gosto de as comer é verdade, mas acho que não tenho a disciplina necessária para esse nível de precisão. Tenho dificuldade em seguir uma receita e sei que nas sobremesas não existe essa flexibilidade. Além disso eu sou uma pessoa de salgados e ponto!

3
12

Mas com a aproximação do aniversário da Carlota (já quase passou um ano, como é possível??!) tenho feito alguns testes com receitas de sobremesas. Esta é daquelas que não falha! Sai sempre bem, e o maracujá pode ser trocado por outra fruta (ando a fantasiar com a época das amoras que está quase a chegar). Se quiserem um cheesecake mais baixo ou para menos pessoas podem reduzir a quantidade do recheio.

8 6 5

SERVE: 10
TEMPO: 45min+8h

INGREDIENTES:
150g de bolacha digestiva
50g de manteiga amolecida
150g de queijo creme (tipo Filadélfia)
250g de Iogurte Grego (ou iogurte natural)
5 c.s. de açúcar
200ml de natas para bater
5 folhas de gelatina
1 colher de chá de essência de baunilha

Cobertura:
2 chávenas de chá de polpa de maracujá (pode usar de lata ou natural)
2 c.s. de açúcar
1 folha de gelatina

PREPARAÇÃO:
1. Num robot de cozinha coloque a bolacha e a manteiga e triture até que a bolacha fique em migalhas pequenas e de tamanho uniforme. Se não tiver robot de cozinha, coloque as bolachas num pano limpo e com um rolo da massa triture-as. Coloque as migalhas numa taça juntamente com a manteiga e amasse até ficar um preparado uniforme. Coloque esta massa no fundo de uma forma de fundo amovível e pressione com as costas de uma colher para que a base fique bem compacta. Coloque no frigorífico enquanto prepara a restante receita.

2. Ponha a polpa do maracujá num tacho com o açúcar e deixe ferver até ganhar uma consistência de xarope (10 a 15 min). Reserve e deixe arrefecer.

3. Numa taça coloque o queijo creme, o iogurte grego, a baunilha e o açúcar e bata com uma batedeira. Noutra taça bata as natas e quando estas estiverem firmes junte-as ao preparado anterior, envolvendo-as cuidadosamente com uma espátula.

4. Demolhe as folhas de gelatina num pouco de água fria. Escorra a água, deixando o equivalente a 2 c.s. de líquido e leve ao microondas durante 15 segundos. Retire, mexa até dissolver e junte ao preparado do queijo creme. Misture e verta sobre a base de bolacha.
Leve ao frigorífico durante 2h.

5. Demolha a restante folha de gelatina e prepare-a da mesma forma que preparou as restantes para o recheio. Junte-a a metade do coulis de maracujá (reserve o restante) e mexa. Verta sobre o cheesecake e leve ao frigorífico durante pelo menos mais 6h(ou preferencialmente durante a noite).

6. Quando for para servir, passe uma faca entre o cheesecake e a forma para que se separem. Desenforme cuidadosamente e verta o restante coulis sobre o bolo. Decore com framboesas (opcional).

4

Pavlova de Manga e Amêndoa

Vamos fingir que é Verão. Vamos fingir que não chove, que não está este frio e este vento. Que não andamos constipados e cheios de agasalhos.
Vamos fingir que é Agosto, num sítio qualquer bem quente e tropical: sol quente na pele, pés descalços, calção e chinelo. Ao fundo ouve-se a rebentação do mar, enquanto os dedos dos pés se enterram preguiçosos na areia. Algures na praia a sombra de uma palmeira oferece um terno conforto. Apetece sentar. Apetece olhar o mar sem fim, ouvir o seu barulho, respirar aquele salgado odor. Deixar a cabeça voar, enquanto os cabelos dançam marotos com a brisa. Vamos respirar, ouvir, sentir. Vamos tirar a t-shirt, correr até à rebentação e ceder ao calor. Mergulhar. Fundo. E vir à tona e flutuar enquanto no céu as gaivotas deambulam sem destino.
Vamos lá?

Untitled-3

Untitled-4

TEMPO: 30MIN+75MIN
SERVE: 6

INGREDIENTES:
150ml de claras (ovos com alguns dias)
200g de açúcar branco
2 c.chá de vinagre de vinho branco
2 c.sopa de farinha maizena
2 mangas maduras
2 c.s. de açúcar branco
1 chávena de amêndoas
200ml de natas para bater

PREPARAÇÃO:
Ligue o forno nos 150ºC.
Numa taça coloque as claras de ovo. Bata até obter picos suaves. Junte então o açúcar, o vinagre e a farinha maizena e bata. Para verificar se está no ponto certo, com um dedo apanhe um pouco de clara e esfregue entre o indicador e o polegar. Se sentir o açúcar bata mais um pouco até que esta condição se verifique.
Num tabuleiro com papel vegetal, coloque as claras num círculo e baixe a temperatura para 120ºC. Deixe no forno por 75min.
Quando terminar este período de tempo, desligue o forno e deixe a pavlova lá dentro até arrefecer completamente (se quiser pode deixar durante a noite).
Para o coulis de manga, descasque uma manga e triture com uma varinha mágica. Junte as 2 c.s. de açúcar e leve ao lume durante uns 10 minutos. Desligue e deixe arrefecer.
Quando fôr servir a pavlova, bata as natas. No centro da pavlova coloque as natas, e a outra manga cortada em pedaços. Regue com o coulis e polvilhe com as amêndoas picadas.
Sirva de imediato.

Untitled-5

Untitled-1