salada de queijo fresco, nozes e beterraba assada

Depois de um fim de semana de sol pleno (vamos esquecer o vento frio, ok?) podemos felicitar-nos com a chegada da primavera, certo??
Bom, eu acho que só preciso de uma desculpa para abrir a época das saladas…

Boa semana!

SERVE: 4
TEMPO: 60min

Ingredientes:
Folhas de salada a gosto (alface, canónigos, rúcula, agrião, endívidas, ou o que mais apreciar)
1 queijo fresco (usei de ovelha)
½ chávena de miolo de nozes
1 beterraba
3 c.s.de azeite
Sal e pimenta q.b.
1 c.s. de vinagre balsâmico
1 c.s. de vinagre de vinho tinto
1 c.s. de mel
2 chávenas de óleo vegetal
2 fatias de pão duro

Preparação:
Aqueça o forno nos 180ºC.
Descasque a beterraba e corte-a em pedaços. Coloque-os numa taça. Tempere-os com sal e pimenta, 1 c.s. de azeite e 1 c.s. de vinagre balsâmico. Coloque os pedaços num tabuleiro de forno e asse-os durante 40 minutos. Retire e deixe arrefecer.
Coloque o óleo a aquecer para fritar o pão.
Corte o pão em cubos e frite-o até obter uma cor dourada. Retire e coloque a escorrer em papel absorvente.
Numa travessa disponha as folhas de salada bem lavadas e escorridas.
Junte os pedaços de beterraba e o miolo de noz.
Corte o queijo fresco em cubos e disponha sobre a salada, assim como os croutons.
Tempere com sal, azeite e vinagre de vinho tinto.
Sirva de imediato.

Pudim de Requeijão, mel e laranja

Mais uma semana que começa…e trouxe a chuva com ela novamente!

Não sei porquê mas desde que a Carlota nasceu parece que o tempo passou a correr mais depressa. A segunda voa até sexta num abrir e fechar de olhos. No sábado começam as limpezas, as refeições para a semana, brincadeiras com a miúda, compras no hipermercado, talvez um passeio pelo parque se a chuva deixar e quando dou por ela é segunda outra vez!
Felizmente ao final do dia já não é tão escuro e o dia faz-se parecer um pouco maior. Um artifício falso, já que o tempo continua o mesmo: 24 horas de azáfama!

Ufa! Boa semana!

 

SERVE: 6
TEMPO: 10+60MIN

Ingredientes:
8 gemas e 4 ovos
500g de requeijão (usei de vaca)
6 c.s. de mel
Sumo e raspa de 2 laranjas
4 c.s. de açúcar branco
60g de miolo de amêndoa
Caramelo q.b.

Preparação:
Aqueça o forno nos 180ºC.
Numa picadora coloque o miolo de amêndoa (sem pele) e pique até obter uma farinha fina.
Num liquidificador (ou num copo de varinha mágica) coloque o requeijão escorrido, os ovos e as gemas, o mel, o açúcar, o sumo e raspa da laranja e triture até obter uma mistura homogénea.
Prepare a forma do pudim, pincelando o seu interior com uma quantidade generosa de caramelo.
Encha-a com o preparado anterior e coloque-a no forno durante 50-60 min (ou até que fique com uma consistência firme).
Deixe arrefecer antes de desenformar.

Dip de abacate e requeijão

Aposto que estão tão fartos deste tempo quanto eu! Principalmente em dias de trabalho, arrastar as crianças da cama e correr para as creches/escolas/trabalhos com este tempo, não é coisa fácil.
Durante os fins de semana, adoro o conforto destes dias passados em casa, com a lareira ligada e as pantufas nos pés.

Já ando a sonhar com a primavera. Tenho saudades dos casacos leves, das blusas, dos vidros dos carros abertos. Anseio por dias mais quentes e mais compridos, daqueles de sabrina no pé. Mas enquanto estes não chegam, que tal usufruir de paladares mais quentes?

Bom apetite e boa semana!

SERVE: 4
TEMPO: 30MIN

INGREDIENTES:
1 abacate
150g de requeijão de vaca
½ malagueta picada
1 dente de alho
1 molho de salsa
Sal q.b.
2 tortilhas
1 c.chá de paprika fumada
1 Limão
2 c.s. de azeite

PREPARAÇÃO:
Ligue o forno nos 180ºC.
Corte as tortilhas em triângulos e coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal.
Numa taça junte o azeite e a paprika e misture. Pincele os pedaços de tortilha e leve ao forno até dourarem (aproximadamente 5 min).
Numa taça coloque o alho, a malagueta, o abacate descascado, o requeijão, o sal, o sumo de 1 limão e a salsa. Misture com uma varinha mágica até obter a textura desejada.
Sirva de imediato acompanhado com as tortilhas.

Risotto de Bacon e Castanhas

Na minha memória há poucas lembranças de um inverno tão frio. Tenho uma vaga memória de um dia em que nevou em Aveiro, apenas um! Lembro-me das ervas todas cobertas de um manto generoso de neve. Lembro-me da minha emoção ao ver neve pela primeira vez. Lembro-me do frio e de ficar com as roupas encharcadas durante a brincadeira e de um feio e tosco boneco de neve que rapidamente pereceu, tal como as minhas memórias.
Nunca mais voltou a nevar por aqui.

Mas este frio, que não trouxe neve alguma, é do mais incomodativo que pode haver! Dias de pés frios desde a manhã até ao final do dia. Dias de andar cheia de roupa até às pontas das orelhas e parece que nada aquece. Dias em que só algo bem quente e reconfortante, pode aquecer o corpo e a alma.
Apetecem os risottos, as sopas e os chás.
Os assados,os ensopados, os estufados.
Os pães quentes, as castanhas assadas, as chávenas a escaldar!
As mantas, as meias, os xailes, as luvas e as lareiras.

E enquanto não voltam dias mais calorosos, que tal esta sugestão?
Bom apetite!

SERVE: 6
TEMPO: 30MIN

INGREDIENTES:
½ cebola picada
1 dente de alho picado
1 c.s. de azeite
Sal e pimenta q.b.
2 chávenas de miolo de castanha cozida
1+1 c.s. de manteiga
1 chávena de queijo curado ralado
2 chávena de arroz arborio
1 chávena de bacon cortado em cubinhos
1 ramo de salsa picada
1 copo de vinho branco
500 a 1L de caldo de carne

PREPARAÇÃO:
Num tacho coloque o azeite, a colher de sopa de manteiga e o bacon. Deixe cozinhar alguns minutos. Adicione a cebola e alho picados e deixe refogar 2 minutos.
Enquanto isso aqueça o caldo de carne (ou dissolva um cubo em água) e mantenha-o quente.
Junte o arroz e frite durante 2 minutos.
Junte o vinho branco e deixe evaporar o álcool. Adicione as castanhas.
Cozinhe o arroz durante 13-15 minutos, adicionando conchas de caldo conforme o líquido seque.
Quando o arroz estiver cozinhado, desligue o lume.
Adicione a manteiga, a salsa picada e o queijo curado. Retifique o tempero se necessário e reserve durante 2 minutos antes de servir. Sirva de imediato.

Bolo de Requeijão com icing de framboesa

Doce, doce 2016…foste sem dúvida muito especial. Trouxeste-me as primeiras vezes da Carlota…a primeira papa, o primeiro dia na escola, as primeiras provas de tantos sabores, o primeiro chocolate, os primeiros passos, as primeiras palavras. Deixam adivinhar um foodie tagarela como a mãe.
2016 trouxe também outras coisas boas tanto a nível pessoal como profissional.
2017 promete aventuras tão boas ou ainda melhores!
Não sou de grandes festejos no dia 31, para mim o que importa mesmo é poder começar tudo outra vez, como a primeira página de um livro em branco!

Votos de um Feliz Ano 2017!

c

SERVE: 6
TEMPO: 60MIN

INGREDIENTES:
1 Iogurte
8 ovos
200g de requeijão de vaca
200g de açúcar branco+75g de açúcar amarelo
Raspa de 1 laranja
350g de farinha de trigo
50g de manteiga de vaca
1 c.s. de fermento em pó
Manteiga para untar e farinha de trigo para polvilhar

Icing de framboesa:
200g de Framboesas frescas
2 chávena de chá de açúcar em pó
3 c.s. de sumo de limão

PREPARAÇÃO:
Ligue o forno nos 180ºC.
Num taça coloque o requeijão e o açúcar e bata até obter uma mistura homogénea.
Adicione os ovos,um a um, assim como a raspa da laranja, a manteiga derretida e o iogurte. Bata até misturar.
Adicione a farinha e fermento peneirados e envolva sem bater.
Coloque a massa num forma untada com manteiga e polvilhada com farinha.
leve ao forno durante 40 minutos ou até que o palito saia limpo.

Icing de framboesa:
Numa taça coloque algumas das framboesas e esmague-as com a ajuda das costas de uma colher. Adicione o açúcar em pó e o sumo de limão e misture até homogeneizar. Se necessário adicione mais sumo de limão.

Quando o bolo ficar pronto deixe arrefecer antes de desenformar. Coloque as framboesas do centro do bolo e regue com o icing.

3

 

8

a

Esparguete com Molho de Queijo e Cogumelos

A apenas 2 semanas do Natal, tudo se veste a rigor para a grande ocasião. As ruas engalanadas de luzes de todas as cores, as montras bem enfeitadas, as compras de última hora, aquele embrulho que falta fazer. Todos os anos e cada vez mais cedo o comércio se prepara para a ocasião e mesmo assim eu deixo a compra das prendas sempre para os últimos dias. Defeito meu, eu sei. Sem qualquer dúvida e desculpa. Mas na verdade eu detesto a azáfama dos centros comerciais, as longas filas, o stand dos embrulhos. Detesto! Estraga a experiência toda. Transforma um momento que deveria ser de tranquilidade e serenidade numa frenética maratona com várias horas em filas de espera.
Por mim, prendas só para as pessoas mais chegadas e como é óbvio para as crianças. Tudo o resto cheira-me a supérfluo.

Aquilo que gosto mesmo nesta época é aquele dia em que montamos a árvore e a ceia de 24. Mais concretamente a tarde de preparativos e cozinhados. Aqueles dias que a antecedem em que se planeiam as receitas, os ingredientes, as decorações.

Aqui o bacalhau é sempre rei, mas há sempre um prato de carne a aguçar os apetites mais audazes. Festa é festa!
Na família das sobremesas vario todos os anos…percorro os pudins, as mousses, os bolos, mas à mesa sentam-se sempre as clássicas rabanadas e os sonhos. Não gosto de bolo rei (ups!) mas guardo um cantinho também para que ele esteja presente. Este ano ainda não me decidi com as sobremesas e com o prato de carne.
A ver vamos.
E vocês? Como é o Natal à vossa mesa?

SERVE: 4
TEMPO: 30MIN

INGREDIENTES:
250g de esparguete
Sal q.b.
2 c.s. de manteiga
100g de bacon
½ cebola
2 dentes de alho picados
½ malagueta (opcional)
200ml de natas
100g de queijo curado

PREPARAÇÃO:
Coloque uma panela com água e sal ao lume e deixe que levante fervura. Coloque o esparguete a cozer respeitando o tempo de cozedura indicado na embalagem.
Numa frigideira coloque a manteiga, a cebola e alho picados e o bacon. Deixe fritar durante 5 minutos mexendo ocasionalmente.
Adicione o alho e os cogumelos e cozinhe por mais 5 minutos. Adicione a malagueta picada e as natas. Quando o molho começar a fervilhar junte o queijo cortado em pedaços e mexa até que este derreta por completo. Retifique o tempero de sal se necessário.
Escorra a massa (guarde alguma da água) e envolva o esparguete no molho. Junte algumas colheres de sopa da água de cozedura da massa para ajustar a textura do molho, se necessário.
Sirva de imediato.